Lei do Couro

Na Kromática, você tem a garantia de que está adquirindo somente produtos criados em couro.

Lei do Couro - Kromatica Tapetes de Couro

A palavra "COURO" é protegida por lei e deve ser usada única e exclusivamente para identificar as matérias-primas e artefatos constituídos de produtos de pele animal.
No Brasil, existe uma lei que proíbe o uso de expressões como “couro sintético” ou “couro ecológico”. Trata-se da Lei 4.888, vigente desde 1965, que destaca que somente produtos oriundos de pele animal podem receber a denominação “couro”.
E é por isto que a Kromática investe em todo o ciclo de desenvolvimento do couro, para entregar tapete de couro com alta qualidade nos mais diversos formatos e acabamentos.

 

O CICB - Centro das Indústria de Curtumes do Brasil - desenvolve um projeto nacional para verificar a comunicação de marcas e estabelecimentos comerciais sobre seus artigos em couro ou material sintético. Anúncios e comunicação verbal relativos a calçados, roupas, bolsas, acessórios, estofados e estofamento automotivo são os principais pontos verificados pelo projeto, que tem por objetivo difundir a previsão legal entre donos de lojas, vendedores e consumidores. Desde 2014, já são 18 mil estabelecimentos visitados e 12 mil infrações encontradas e notificadas.

 

Como identificar um produto feito com couro?

Toque a superfície, o couro destaca-se por sua espessura, possui textura marcante e um visual sem padrões rígidos, com poros distribuídos de forma característica. Teste a flexibilidade; estique e aperte a peça. O couro possui elasticidade natural. Converse com o vendedor. Procure pela etiqueta sempre quando adquirir um produto e verifique a composição do artigo.

 

Características únicas
Características como a absorção de umidade, transpiração e regulagem de temperatura são propriedades naturais do couro. O material sintético é incapaz de reproduzir artificialmente estas propriedades que garantem conforto e desempenho únicos quando utilizado em produto

 

O aroma do couro

Sinta o aroma. Mesmo após todo o tratamento e acabamento dado, a grande maioria dos produtos em couro mantém um aroma característico. O cheiro do couro é capaz de muitas coisas: desde apoiar a identificar a legitimidade da pele até nos transportar no tempo.

 

Ciclo sustentável

Por ser obtido através da pele de animais criados para a produção de carne e leite, o couro é oriundo de uma fonte renovável. Já o material sintético, em sua grande maioria, é derivado do petróleo. Quando não reciclado, torna-se um inimigo da natureza, uma vez que é um material de baixa biodegradabilidade. E há também o perigo da limitação da extração do petróleo: em menos de 48 anos, ele irá acabar, de acordo com o U.S. Energy Information Administration.